Skip to content

Morar em casa é bom, mas…

25/01/2009

Eu sempre morei em apartamento… morei numa casa, mas era muito pequena e não me lembro direito de como era… O resto do tempo fiquei confinada atrás de grades, andares acima do nível da rua.

Quando me mudei aqui pra terra do pé vermelho, decidi que apartamento nunca mais. Primeiro porque queria um pouco de liberdade pros bichanos (que, neste momento, estão desaparecidos na vizinhança), segundo porque queria liberdade pra mim também. E consegui, de certa forma.

Entro e saio a hora que quero, pra onde eu quero. Música na altura que quiser, sem me preocupar se estou atrapalhando a vizinha. Se cai alguma coisa no chão, não preciso me preocupar com o barulho que estou fazendo no apartamento de baixo. É ótimo! Mas também tem das suas.

Baratas eram algo que, nos prédios em que morei, via-se muito pouco; aqui tem várias! Toda noite aparece uma. Sorte que tenho três caçadores que não as deixam passar na porta de casa.

Em prédios você coloca o lixo na lixeira e só os funcionários do condomínio é que têm que se lembrar que dia da semana o lixeiro passa; aqui eu já esqueci umas 10 vezes de colocar o lixo pra fora e ele fica acumulando na lixeira (o que, é óbvio, atrai mais baratas!).

Mas a pior coisa é que arranjei um companheiro de casa indesejado: um rato que resolveu vir morar no meu forro. Ele só se manifesta à noite, mas mesmo assim… ah, digamos a bem da verdade: É MUITO NOJENTO SABER QUE TEM UM RATO AQUI!

E a pior parte é que não tem solução! Eu tenho três gatos, portanto não posso espalhar veneno por aí porque eles podem comer. Mesmo que eu pudesse, quem é que ia agüentar o fedor do animal morto sabe-se lá por quantas semanas até ele ser completamente decomposto? Pensei em chamar um exterminador, mas quando vi o orçamento, desisti.

O jeito é atrai-lo pro vizinho! (Deus queira que meu vizinho não seja leitor desse blog…) Mas como?

Enquanto não encontro uma saída pro meu dilema, convivo com o animal andando a noite toda no meu forro. E pior ainda do que ele estar ali, é ouvi-lo e confundi-lo com ladrões andando no telhado, porque daí eu acordo assustada no meio da noite já com uma colher-de-pau na mão, achando que com isso vou enfrentar o mundo. Patética!

Ouvindo: Era – Sempire D’amor

PS1.: Se alguém puder, pelo amor dos santos deuses, me dar algumas dicas de como acabar com o Bob no meu telhado, comentários são sempre bem-vindos!

PS2.: Ontem foi aniversário do Wagner e ele merece ser mencionado aqui! Pena que tenha sido neste post…

PS3.: Ainda não tenho idéia do que diz o novo acordo ortográfico, então não me venham encher o saco!

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. issamu permalink
    25/01/2009 9:30

    Pensou em montar uma ratoeira? Funciona e é barato, vai por mim. Procure uma de tamanho médio e coloque algo que os gatos não comam. Só tome cuidado na hora de montar.

  2. Lizandra permalink
    25/01/2009 14:33

    Valeu, issamu. Vou tentar sim!

  3. Wagner Miranda permalink
    26/01/2009 23:52

    1 – Aeeeeeeeeeeeeee. Fiquei emocionado em ter se lembrado do meu aniversário! Enfim alguém lembrou. Até a minha mãe esqueceu…rs =P

    2 – É isso aí. Acordo ortográfico é o caralho..hahahah. Antes todo mundo pensava que éramos Dicionários. Agora todos pensam que somos uma publicação um pouco mais chata: Gramática.

    3 – Quanto ao rato, tem alguns repelentes eletrônicos no mercado que afastam os infelizes, por emissão de freqüências que eles não suportam. E o melhor de tudo: não afetam animais como cachorros, gatos, etc. Não são muuuuuito baratos, mas cheguei a usar um aqui em casa por um tempo e funcionou. Meus vizinhos não costumam limpar o quintal e criam verdadeiras ninhadas. Mas no seu caso, se ele já está habitando o seu forro, a única opção é a ratoeira mesmo ou contratar alguém para desratizar e tapar o buraco que ele usa como acesso ao seu telhado.

    Beijos beijos.

    w.

    Muitíssimo obrigado, do futuro cidadão Marin

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: